quinta-feira, 20 de janeiro de 2011

Adoro-te

Não sei o que me prende a ti… simplesmente sei que algo existe que me faz sentir algemada. Não sei bem o que me faz continuar o que em meu redor existe… simplesmente sei que é mesmo essa a minha vontade.Não entendo! Não consigo decifrar muito bem o motivo para tudo isto, nem a forma como tudo está a acontecer(…) A forma como me disseste o primeiro “olá”, a forma como me disseste o primeiro “adoro-te”. Somente sei que ando feliz e que sem ti já não era a mesma coisa. Sabes? Somente sei que te adoro, e somente sei que adoro te adorar.

Sem comentários: