segunda-feira, 24 de janeiro de 2011

Quem és tu?


Sinceramente mas mesmo sinceramente deixas-me confusa. Olho para ti e já não sei que imagem me transmites. Já não sei o que deixas transparecer desse teu carácter firme e inabalável. Já não sei como te vejo. Não sei como pintar o teu retrato. Pouco a pouco o que via em ti desvanece e o teu perfil que, apenas para mim fazia sentido, se transforma em pó. Já não és a pessoa que um dia conheci. Já não és quem me olhou um dia e mudou todo o rumo da minha vida. Já não és aquela pessoa  que eu era capaz de pôr num pedestal. Neste momento sinto-me oca. Sinto-me vazia, porque não sei se afinal a culpa reside em ti por teres mudado, ou se sou a culpada disto tudo sou eu por NUNCA TE TER CONHECIDO… Afinal quem és tu?

Sem comentários: