quarta-feira, 9 de fevereiro de 2011

Que é feito dos meus sonhos?

Porque os destruis-te desta forma? Porque pegaste neles, os moldaste à tua imagem, os modificaste até os remover de mim por completo? Porque os despenhaste desta maneira sem pensar um bocadinho, sem ter um pouco de compaixão?Porque te ausentaste e os arrastaste a todos contigo? Porque os guardaste num lugar para o qual apenas tu sabes o caminho? Não tinhas esse direito! O facto de teres sido importante para mim não te dá esse direito… Não podes fazer o que te apetece sem dar satisfações… Não podes simplesmente pintar o retrato da minha vida como entendes e traçar meu rumo sem qualquer explicação. Simplesmente não podias…não tinhas autorização para tal… mas fizeste-o! Levaste contigo a minha imaginação de menina e qualquer hipótese de me refugiar no mundo da fantasia. Já não sei rasto dos meus sonhos, não sei onde estão todas as ambições, todos os projectos de vida que um dia havia feito . Quando voltas? Quando regressas? Nem que seja apenas para devolver o que ainda é meu, o que, mesmo depois de te teres apoderado, continua a pertencer-me…?

Sem comentários: