sexta-feira, 20 de maio de 2011

Algo passageiro da Vida


Sabem? Chega a uma fase da vida em que ficamos fartos… fartos de tudo e de todos… Fartos da rotina e de toda a repetição constante das mesmas coisas… E há dias em que não queremos ver ninguém, em que não conseguimos estar bem com ninguém, e que simplesmente nos queremos isolar, separar do mundo sem que nos façam perguntas. Eu sei que sempre fui alegre, sempre tive a energia que me caracteriza e que, sempre que estavam comigo, a felicidade e a boa disposição estava garantida… Mas nem sempre é assim! Há momentos para tudo, até para esses minutos “negros” em que somos só nós e o mundo. Mas sinceramente estou farta… farta que estejam constantemente a perguntar-me se estou bem e o que se passa comigo, estou farta que depositem em mim tanta pressão e que me vejam como alguém indestrutível. Todos nós temos os nossos momentos de fúria e todos nós temos muitas vezes a necessidade de nos revoltar com a vida… Eu não peço mais nada, não quero mais nada, simplesmente que me deixem um bocadinho no meu canto sem questões ou comentários menos bons. Não mudei, sou a pessoa que sempre fui, simplesmente um pouco mais à parte… mas não se preocupem, não é por isso que vou deixar de ser quem sou… Não se preocupem comigo, eu estou bem e um dia? Um dia voltarão a ver em mim aquela imagem sorridente e colorida a que estão habituados. Há dias assim em que acordamos virados do avesso e parecemos uma camisa revirada num estendal… Não suporto ninguém, nem a mim mesma… é isso mesmo, nem a mim mesma me suporto. Tudo é motivo para eu discordar e nada me agrada, tudo está mal! É difícil! Sou altiva e arrogante. Sinto necessidade de exterminar o mundo, de ser eu apenas a dominá-lo.E é mesmo assim… São dias maus e ninguém pode tirar-me esse direito ao isolamento!

2 comentários:

cláudia disse...

adorei, adorei e adorei *

Francisca Cochofel disse...

eu adoro tudo o que postas neste blog lindo, tu sabes!*