domingo, 9 de outubro de 2011

12♥

Estou feliz. Sinto-me bem. Desta vez os meus sonhos não me traçaram horizontes impossíveis de conquistar ou me fizeram decidir entre dois caminhos errados, que não me levariam a lado nenhum. Desta vez os meus sonhos não me machucaram, não me despenharam como sempre haviam feito e tiveram um bocadinho de respeito, um bocadinho de dignidade pela pessoa que desde sempre deu tudo de si, o possível e até por vezes o impossível para os tornar reais. E finalmente… finalmente sinto que essa luta, essa procura incessante fez sentido. Desta vez não me feri, não sangrei, nem me culpabilizei pelo sofrimento que sentia e que me destruía o interior, deixando-o completamente devastado, sem esperança no amanhã. E já não via a hora de chegar até aqui, de conhecer este mundo que só tu tornas-te real, que só tu possuías a tela para o pintar sem esborratar. Andei anos e anos à tua espera, muitas vezes perdi os sentidos e tentei, tentei interiorizar o verbo desistir na minha cabeça. Deixei de crer na felicidade, deixei de crer na plenitude daquilo que chamam de bom. Tornei-me fria. Arrogante, quase sempre. Não esperava nada do “depois”, e ia vivendo minuto a minuto sem saber se no próximo iria continuar a resistir, a sobreviver. Mas como qualquer orientação divina, como qualquer ditar sagrado ou superior, eu continuei a caminhada. Permaneci em pé, e mesmo por vezes quase imobilizada, eu segui caminho. E hoje? Hoje sou a rapariga mais feliz do mundo. Finalmente sei que ser feliz não é ter desde sempre tudo o que nós queremos, mas sim dar a volta aos momentos em que nada se concretiza, e lutar pela realização dos nossos maiores desejos. Hoje sei ver a cor, sei ver o outro lado, porque tu existes, porque do nada apareces-te e plim, pó mágico (chama-lhe o que quiseres) deste retorno à minha vida, e soubeste encaminhá-la. Hoje sim, sei que sempre valeu a pena a luta e nunca ter desistido de nada, pois eu já merecia isto, já merecia mesmo o momento em que os meus sonhos não me deixavam mal. E desta vez não deixaram… levaram-me até ti, e eu não podia estar mais feliz. 
Nasceu sem motivo. Apareceu sem ter pedido. Só assim se tornou verdadeiro !

5 comentários:

joel disse...

Ei oh amooor :o meu deus que liiiiindaaaa!! Tu também sabes bem como fazes de mim o rapaz mais feliz do mundo, porque eu perto de ti tenho toda a alegria que sempre sonhei, e a verdade é que gostei de todos os percalços que se depararam no meu caminho, porque assim encontrei a miúda mais perfeita à face, encontrei-te. Tu fazes de mim mesmo feliz, mesmo mesmo mesmo! Eu só sei sorrir quando estou perto de ti e a minha felicidade é imensa e devo tudo a ti minha menina. AMO-TE e devo-te tudo mesmo minha linda. AMO-TE! s2

Soraia Loureiro disse...

adorei *

SofiaSilva. disse...

obrigada! ♥

Helena disse...

gostei muito

Izza Shocks. disse...

Muitas felicidades :)
Passa pelo meu e diz-me o que achas.