quarta-feira, 3 de abril de 2013

132♥

E, pela primeira vez, o para sempre tornou-se pouco tempo. Toda eu sou amor. Todo tu perfeição. E não há dia em que eu não acorde com a certeza de que te quero, em cada novo amanhã. Não há noite em que não sonho, mesmo antes de adormecer. Cabem em ti todos os sonhos do mundo. E em mim amor e mais amor. Até transbordar. Até não dar para amar mais e depois dar sempre. É demasiado amor para as costuras deste pequeno corpo. E digo demasiado como sinónimo de força, como prova de que não há por onde escapar ao que fizeste surgir, instantaneamente. Como promessa de tudo o que queres e eu te guardo, como algo exclusivo. Tal como a minha vida. O meu coração. A minha juventude. Tal como eu me guardei. Apenas para ti!

29 comentários:

José Eduardo disse...

Lindo, adorei mesmo o que escreveste :)
Sigo o teu blog...

Marlene disse...

Que lindo :O (:
Adorei

Marlene disse...

Só disse a verdade !
De nada (;

José Eduardo disse...

No this is my world :)

ann disse...

Não agradeças, é a verdade e eu tenho imenso gosto em dize-a (:

nês disse...

céus, que maravilhoso!

Rosinha disse...

"é demasiado amor para as costuras deste pequeno corpo", foi a frase que mais me assaltou à vista de todas as escreveste. é demasiado amor que tens para dar. e terás sempre. por muito que aconteça, vocês amam-se. por muito que aconteça, vocês têm-se. e essa é a maior alegria que eu tenho, sabes? vocês são um orgulho para mim. "nunca te esqueças do orgulho que deposito em ti." <3

Inês disse...

isto é quando damos a nossa alma àquele que mais amamos e esperamos que ele cuide desta como se fosse sua. oh. e que cuide de nós. está maravilhoso!

margarida ❀ disse...

perfeitas palavras.

CláudiaD disse...

r: oh obrigada querida :D

ann disse...

E tu, obrigada :)

kayla * disse...

gostei muito do que escreveste :)

nês disse...

r: ora essa, de nada linda :)

Marlene disse...

Ainda bem ! Fico feliz por isso :D

maria. disse...

ty sweet
love this 2 *-*

Ana disse...

que texto lindo, adorooo (:

Ana disse...

de nada, acho que está escrito com muito sentimento (:

Isa ♥ disse...

Ainda bem que estás feliz.

Obrigada!

Cátia Filipa disse...

Adorei, identifico-me tanto com o que escreveste. E espero que o sentimento continue.
"como prova de que não há por onde escapar ao que fizeste surgir", a felicidade surge quando menos esperamos, e ainda bem que assim é :)
Parabéns pelo texto! *

Ana Sá disse...

Que post mais fofinho. Adorei :')
Have a nice Sunday.

Ana, http://lights-colours-sounds.blogspot.co.uk/

Isa ♥ disse...

pois é!

SM. disse...

não haverá um texto que não goste! muito bom.

- Sofia Gouveia - disse...

Gostei ! Tens mt jeito !
Sigo (: segues de volta ? :b

Ana disse...

para ser sincera, já não me lembro de que publicidade é. apenas fiquei com aquela frase no ouvido (:

Rita disse...

Adorei o teu blog,vou seguir:)

disse...

"É demasiado amor para as costuras deste pequeno corpo." lindo, lindo, lindo! adorei a tua escrita, beijinhos

Rita disse...

Obrigado querida:$ Tenho tão poucos seguidores que saber que segues é uma honra:)

disse...

que doçura que tu és, muito obrigada!
já agora, será que não te importas que publique a tua frase ("É demasiado amor para as costuras deste pequeno corpo.") na página do meu blog no facebook (http://www.facebook.com/losttravelers)? asério, apaixonei-me por essa frase! e claro, se deres permissão identifico a autora devidamente, beijinhos

Rita disse...

Eu sei,mas é optimo saber que dezenas ou centenas de pessoas nos seguem:p